• COPIPE

Currículo Intercultural da Educação Escolar Indígena em Pernambuco


A demanda da secretaria estadual de educação de Pernambuco para o que fazemos na escola seja colocada no papel tem sido uma exigência permanente. Sabemos que, na prática, já realizamos o currículo intercultural, mas essas exigências da secretaria de colocar no papel nos mobilizaram a criar uma comissão de professores e professoras indígenas com as nossas assessorias, para elaborar um documento que entregamos para secretaria, em abril de 2019, o texto intitulado “Currículo Intercultural da Educação Escolar Indígena em Pernambuco – Concepções. Trata-se de um documento “que diz da pluralidade de povos e culturas indígenas em Pernambuco de autoria coletiva por entendermos que compete aos indígenas dizer dos saberes, projetos e processos acerca da educação escolar em nossos territórios, o termo “nosso”, para além de representar o coletivo ele diz da gramaticalidade do movimento de educação escolar indígena, remete a um coletivo em coletivos outros, nosso aqui, diz de quem fala, nós, os povos indígenas, falamos para nós indígenas e para os não indígenas, inclusive o Estado de Pernambuco (2019, p.04)

50 visualizações